Vladimir Putin: o ‘czar moderno’ que controla a Rússia


Crédito, Getty Images

Legenda da foto,

O presidente Vladimir Putin retomou o orgulho nacional russo e tornou-se uma espécie de czar moderno

Não faltaram líderes nacionais de destaque nas primeiras duas décadas do século 21 com passagens marcantes no comando de seus países. Os americanos Barack Obama, George W. Bush e Donald Trump; a alemã Angela Merkel; os chineses Hu Jintao e Xi Jinping; os britânicos Tony Blair e David Cameron; os brasileiros Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro; o italiano Silvio Berlusconi e o israelense Binyamin Netanyahu, cada um a seu modo, imprimiram sua marca pessoal enquanto estiveram no poder. Deixaram legados importantes na política e na história, nacional ou internacional. Nenhum deles, porém, teve a longevidade do russo Vladimir Putin. Também nenhum deles, possivelmente, teve a mesma influência em seu país, na sua região e no cenário internacional que o presidente da Rússia.

No comando desde o último dia de 1999, Putin ditou o rumo de guerras, mostrou que não existem fronteiras para suas ações de espionagem e consolidou-se como uma espécie de czar moderno, com controle completo sobre o destino dos russos. No campo militar, sufocou a separatista Chechênia, anexou parte da Ucrânia, foi decisivo na guerra da Síria e recuperou o orgulho nacional pelas Forças Armadas. Na economia, aproveitou-se do valor da indústria de energia de seu país para ganhar influência internacional.

Na política, calou qualquer oposição interna, perseguiu adversários até no exterior e criou um novo conceito de “democracia russa”. No campo tecnológico, a Rússia de Vladimir Putin ficou associada a fortes suspeitas de influência indevida em processos políticos e até eleições em outros países – particularmente os Estados Unidos.

Mesmo depois de 20 anos no Kremlin, ele nunca demonstrou intenção de abandonar o poder. Ficou difícil imaginar a Rússia sem Vladimir Putin.



Fonte Notícia

Please follow and like us: