Todo o estado de Minas Gerais entrará na ‘onda roxa’ a partir de quarta-feira, 17

[ad_1]

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Partido Novo), afirmou, nesta segunda-feira (15), que todo o estado entrará na onda roxa de restrição para conter a pandemia da COVID-19.

A medida começará a valer a partir de quarta-feira (17). Isso ocorre porque o estado vive, atualmente, a pior fase da pandemia. Em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, a ocupação de leitos de UTI chegou a 93,4%, batendo um novo recorde.

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

No estado, são 971.379 número de casos. As mortes somam mais de 20.650.

Por isso, todos os municípios serão obrigados a entrarem na fase restritiva anunciada. “Chegamos agora no momento mais difícil, os hospitais estão no limite, ao mesmo tempo em que muitas pessoas não estão respeitando as medidas de isolamento. (…)” afirmou o governador.

O que é a onda roxa?

A fase restritiva chamada de onda roxa foi anunciada pelo governo de Minas Gerais e possui algumas medidas essenciais e obrigatórias em todo o estado. 

Algumas dessas medidas são a obrigatoriedade no uso de máscaras, toque de recolher das 20h às 5h incluindo finais de semana, proibição de eventos e aglomerações e funcionamento apenas dos serviços essenciais.

Para que tudo funcione, a vigilância e fiscalização nas ruas também vai aumentar.

LEIA MAIS:

‘Fase roxa’ em SP, ainda mais restritiva contra a COVID, deve ser anunciada por Doria nesta semana

Média móvel de 1855 mortes diárias por Covid no Brasil

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

[ad_2]

Fonte Notícia