Previsão do tempo aponta para frente fria, vendaval e bloqueio atmosférico

O fim de semana que passou foi marcado por chuvas pontuais na região do Brasil central, que precisa de precipitações para aumentar a umidade no solo. Segundo a meteorologista Desirée Brandt, da Somar, choveu forte em Mineiros (GO), com acumulados de 30 mm no sábado.

No entanto, não há previsão de mudanças no panorama geral da região. “O mapa de água disponível no solo é bastante seco desde o oeste de Santa Catarina, passando pelo Paraná, oeste paulista, Mato Grosso do Sul, sudoeste de Goiás e sul de Mato Grosso”, disse.

Nesta terça, o tempo abre em grande parte do Brasil central, com chuva apenas no extremo sul do Rio Grande do Sul, Nordeste e parte do Norte. Além do noroeste de Mato Grosso.

Uma frente fria com áreas de instabilidade com temporais, ventania e risco de granizo se aproximam do Rio Grande do Sul. A frente fria alcança o Sudeste até quinta-feira e deve provocar ventos de até 70 km na faixa leste do Paraná, Santa Catarina e São Paulo.

Tempo seco

Do norte do Rio Grande do Sul até o Paraná, o tempo é seco, assim como todo Mato Grosso do Sul, Minas e Goiás. “A umidade do solo tende a diminuir em vários pontos do Brasil. Em outras, a seca permanece. De 9 a 13 de maio, volta a chover no norte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Chuva fraca são esperadas no Paraná e sudeste de São Paulo. Até 18 de maio, a previsão ainda é de estiagem na região central. A previsão é de que a chuva retorne apenas no final do mês para essas áreas”, finalizou Desirée.



Fonte Notícia

Please follow and like us: