Peru investiga uso secreto da vacina da Sinopharm por autoridades Por Reuters

[ad_1]


Por Marco Aquino

LIMA (Reuters) – O governo e o Ministério Público do Peru investigam a vacinação secreta com “doses de cortesia” do laboratório chinês Sinopharm a altos funcionários, em um escândalo que custou a renúncia de dois ministros e que pode nublar por completo as compras de imunizantes para combater pandemia.

Os ministros das Relações Exteriores e da Saúde renunciaram, e o governo anunciou que vai demitir quem aplicou a vacina antes do início da imunização da população. O novo ministro da saúde, Oscar Ugarte, disse à rádio local RPP na segunda-feira que entre 15 e 20 autoridades receberam a vacina, de acordo com as primeiras investigações. “Estou indignado e furioso com esta situação”, disse o presidente Francisco Sagasti na noite de domingo em entrevista à América Televisión, após aceitar a renúncia de sua chanceler, Elizabeth Astete.

“Isso realmente põe em risco o enorme esforço que muitos peruanos que trabalham na primeira linha de defesa contra o Covid têm feito.” O escândalo foi desencadeado após Martín Vizcarra admitir na quinta-feira que recebeu a vacina experimental com sua esposa em outubro, quando era presidente. Mas a Universidade Cayetano Heredia afirmou que nenhum dos dois era voluntário.

Os ensaios clínicos do Sinopharm no Peru foram conduzidos entre setembro e o final do ano passado com cerca de 12.000 voluntários, mas os responsáveis ​​locais pelo processo receberam doses adicionais para o número de participantes.

O lote extra fora dos testes foi de 3.200 doses de “vacina experimental ativa” –não de placebo– a serem administradas voluntariamente ao pessoal relacionado à pesquisa, disse a Universidade Cayetano Heredia em um comunicado. Pelo menos 300 médicos que lutavam contra a pandemia morreram desde que o vírus apareceu no Peru há quase um ano.

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.

!function(f,b,e,v,n,t,s)
{if(f.fbq)return;n=f.fbq=function()
{n.callMethod? n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};
if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;
n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window, document,’script’,
‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘751110881643258’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);


[ad_2]

Fonte Notícia