Opep+ estende cortes de produção de petróleo até abril, dizem fontes Por Reuters

[ad_1]


Por Rania El Gamal e Olesya Astakhova

DUBAI/MOSCOU (Reuters) – A Opep e seus aliados concordaram em estender seus cortes de oferta de por um mês até abril, dando pequenas isenções à Rússia e ao Cazaquistão, disseram fontes, após entenderem que a recuperação da demanda em meio à pandemia de coronavírus ainda é frágil, apesar de uma recente alta do preço do petróleo.

Duas fontes da Opep+ disseram à Reuters que a líder da Opep, Arábia Saudita, também se ofereceu para estender seus cortes voluntários de produção de petróleo de 1 milhão de barris por dia (bpd) por um mês até abril.

A notícia empurrou os preços do petróleo de volta para seus níveis mais altos em mais de um ano, com o sendo negociado com alta de 5%, acima de 67 dólares por barril, já que o mercado esperava que a Opep+ liberasse um aumento de oferta.

A Opep+ cortou a produção em um recorde de 9,7 milhões de bpd no ano passado, devido ao colapso da demanda devido à pandemia. Em março, o grupo ainda restringia a oferta em cerca de 7 milhões de bpd, cerca de 7% da demanda mundial. O corte voluntário da Arábia Saudita eleva o total para cerca de 8 milhões de bpd.

Tanto o ministro saudita de Energia, príncipe Abdulaziz bin Salman, quanto o vice-primeiro-ministro russo Alexander Novak, peças chaves do grupo Opep+, pediram cautela quando a reunião começou nesta quinta-feira.

“A incerteza em torno do ritmo de recuperação não diminuiu”, disse o ministro saudita. “Correndo o risco de soar como um disco travado, eu recomendaria mais uma vez cautela e vigilância.”

Novak, da Rússia, ecoou esses comentários, dizendo que o mercado de petróleo não se recuperou totalmente e novas infecções por coronavírus ainda criam incertezas.

Fontes da Opep+ disseram que a Rússia teve permissão para aumentar a produção em 130 mil bpd em abril e o Cazaquistão em outros 20 mil bpd.

A Rússia tem insistido em aumentar a produção para evitar que os preços aumentem ainda mais e deem apoio à produção de petróleo “shale” dos Estados Unidos, que não faz parte da Opep+.

Mas o governo russo não conseguiu aumentar a produção em fevereiro, apesar de ter obtido aval da Opep+, porque o inverno rigoroso atingiu suas operações em campos maduros. Novak disse que a Rússia precisa de barris extras para atender à demanda em recuperação no país.

(Por Rania El Gamal em Dubai, Ahmad Ghaddar e Alex Lawler em Londres, Olesya Astakhova e Vladimir Soldatkin em Moscou)

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.

!function(f,b,e,v,n,t,s)
{if(f.fbq)return;n=f.fbq=function()
{n.callMethod? n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};
if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;
n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window, document,’script’,
‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘751110881643258’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);


[ad_2]

Fonte Notícia