Óbitos de idosos com mais de 90 anos caem 50% após vacinação em São Paulo


A taxa de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por covid-19 também apresentou queda

Por: Bianca Antunes | 08 abril – 14:51

O número de mortes por covid-19 de idosos com mais de 90 anos caiu 50% no estado de São Paulo após o grupo ter sido imunizado. A faixa etária começou a receber a primeira dose da vacina contra o coronavírus no dia 8 de fevereiro.

Os dados foram divulgados pelo secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, na manhã da última quarta-feira (7), quando ele e o governador João Doria (PSDB) entregaram um milhão de doses da CoronaVac ao governo federal.

Foto: Divulgação/Agência Senado

De acordo com Gorinchteyn, a vacina combinada com outros métodos sanitários, como distanciamento e uso de máscaras, é uma forma extremamente eficaz na proteção e garantia de vida.

Menor incidência de casos graves

Em idosos de 90 anos ou mais, a taxa de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por covid-19 era 8,18 vezes maior do que na população geral. Na segunda semana de março de 2021, essa taxa caiu para 3,72.

Entre idosos de 85 a 89 anos a taxa também caiu, passando para 5,23 depois da vacinação do grupo, sendo anteriormente 7,66 vezes maior do que na população geral.

LEIA MAIS:

Poupança tem saldo negativo pelo terceiro mês consecutivo

Número de mortes por covid-19 ultrapassa 80 mil no Estado de São Paulo

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:



Fonte Notícia

Please follow and like us: