O músico de Vinicius e Toquinho que faria 80 anos e desapareceu na ditadura argentina


  • Marcia Carmo
  • De Buenos Aires para a BBC News Brasil

Crédito, Marcia Carmo/BBC News Brasil

Legenda da foto,

Placa que homenageia Tenorinho no Hotel Normandie, em Buenos Aires. corpo do músico nunca foi encontrado

Logo depois de um show em um teatro lotado em Buenos Aires, o pianista da banda de Vinicius de Moraes e Toquinho saiu do hotel para ir à farmácia e para comprar cigarro. Nunca mais foi visto.

Eram tempos de perseguições, sequestros, torturas e mortes de opositores na Argentina e no Brasil. Mas o caso do músico Francisco Cerqueira Tenório Júnior, o Tenorinho, é também intrigante porque ele não tinha atividades políticas, segundo pessoas próximas. Seu destino, como o de outras vítimas daquele período atroz, ainda tem várias lacunas.

Na noite de 18 de março de 1976, após o show no teatro Gran Rex, na Avenida Corrientes, Tenorinho, de 34 anos, atravessou as portas do hotel Normandie, onde estava hospedado com os outros artistas. Sem saber, deixava o local para sempre.

Crédito, Acervo do Museu da Esma

Legenda da foto,

Motivo do desaparecimento de Tenorinho sequer foi esclarecido

Vinicius o procurou em hospitais e delegacias de polícia da capital argentina.



Fonte Notícia

Please follow and like us: