Mulheres tendem a ficar mais cansadas do que homens após reuniões por videochamada


13,8% das mulheres afirmaram que se sentem muito ou extremamente cansadas após as videochamadas

Por: Bianca Antunes | 16 abril – 16:10

Estudo indicou que as chamadas de vídeo são mais cansativas para as mulheres do que para os homens. A pesquisa foi realizada pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, pensando em entender o comportamento dos profissionais em meio ao home office.

Foram 10.322 entrevistados, em que 13,8% das mulheres afirmaram que se sentem muito ou extremamente cansadas após as videochamadas, contra apenas 5,5% dos homens.

Foto: Divulgação/Agência Brasil

De acordo com os pesquisadores, esse fenômeno é causado foi o aumento do que os psicólogos chamam de “atenção focada em si mesma”. Isso é causado pela pessoa ficar olhando para o próprio rosto por muito tempo.

Para entender isso, as pessoas que participaram do estudo responderam perguntas como “durante uma videoconferência, quão preocupado você se sente em ver a si mesmo?” e “ao longo de uma videoconferência, quão perturbador é ver a si mesmo?”, levando a essa conclusão.

A pesquisa também mostrou que as mulheres tem, em média, o mesmo número de reuniões por video do que os homens, mas tendem a passar mais tempo e fazer menos pausas.

LEIA MAIS:

Se possível, Ministério da Saúde pede que mulheres adiem gravidez até melhora da pandemia

Batalhão pode ter utilizado sobras para beneficiar parentes de policiais em vacinação contra a covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:



Fonte Notícia

Please follow and like us: