LG promete atualizar Android em seus celulares por até três anos | Celular




Depois de anunciar que vai deixar de vender celulares no mundo todo, a LG trouxe novas informações sobre a atualização de seus produtos no futuro. Nesta quinta-feira (8), a fabricante prometeu novas versões do Android para alguns de seus smartphones por até três anos. O Velvet e Wing estão entre os modelos que vão receber os updates.

LG Velvet (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

LG Velvet (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

A promessa é destinada ao Velvet, Wing e celulares das linhas G e V lançados em 2019 ou depois. Segundo a companhia, a contagem vai começar a partir do ano de lançamento do produto. Isto significa que, se o telefone foi apresentado em 2020 com Android 10, ele deve ser atualizado até o Android 13, como é o caso do Velvet.

Além do Velvet e Wing, a companhia ainda deve disponibilizar atualizações ao G8 ThinQ, G8X ThinQ, G8S ThinQ, V50 ThinQ e V60 ThinQ, conforme observado pelo Android Authority. A companhia também afirmou que “alguns modelos de 2020, como o LG Stylo e série K, receberão duas atualizações de sistema operacional”.

“A LG continuará a fabricar telefones durante o segundo trimestre para cumprir as obrigações contratuais com operadoras e parceiros”, afirmaram. “As atualizações futuras dependerão da programação de distribuição do Google, bem como de outros fatores, como desempenho e compatibilidade do dispositivo”.

LG G8X ThinQ (Imagem: Tecnoblog)

LG G8X ThinQ (Imagem: Tecnoblog)

LG desiste de mercado de celulares

A LG anunciou, nesta segunda-feira (5), que deixará de vender smartphones no mundo todo. A saída do setor foi comunicada pela companhia após um prejuízo bilionário de US$ 3,5 bilhões no últimos anos com celulares, conforme aponta um levantamento do Tecnoblog. A previsão é de que o setor seja encerrado até o fim de julho.

“A LG fornecerá suporte de serviço e atualizações de software para clientes de produtos móveis existentes por um período de tempo que varia de acordo com a região”, informaram. “A LG trabalhará em colaboração com fornecedores e parceiros de negócios durante o fechamento do negócio de telefonia móvel”.

No mesmo dia, a companhia também foi notificada pelo Procon-SP para explicar o fim da divisão mobile. Mais tarde, a companhia anunciou a transferência da produção de PCs da fábrica de Taubaté (SP) para a unidade de Manaus (AM).

Com informações: Android Authority e LG (Newsroom)



Fonte Notícia

Please follow and like us: