Jogadores de CS:GO com VAC Ban podem competir em torneios da Valve | Jogos




A Valve atualizou as regras dos campeonatos Major de Counter-Strike-Global Offensive (CS:GO) nesta quinta-feira (15). De acordo com as novas diretrizes, os jogadores banidos pelo VAC (Valve Anti-Cheat) poderão competir em torneios oficiais do game. Porém, isso só vale para pessoas que foram punidas há pelo menos cinco anos ou que ainda não participaram de um campeonato da Valve.

Counter-Stike: Global Offensive (Imagem: Divulgação/Valve)

Counter-Stike: Global Offensive (Imagem: Divulgação/Valve)

O regulamento dos campeonatos oficiais da Valve era o mesmo desde que CS:GO foi lançado em 2012. Segundo a desenvolvedora, existem jogadores que estão banidos de campeonatos há mais de oito anos. No blog oficial do game, a empresa explicou que não havia atualizado as regras antes pois “os VAC Bans eram relativamente recentes”.

Essa nova permissão, porém, só vale para quem recebeu VAC Ban, especificamente. Em outros casos, como punições por match fixing e toxicidade, os jogadores continuam proibidos de competir em torneios patrocinados pela Valve. Além disso, campeonatos não oficiais que seguem outros regulamentos ainda podem impedir a entrada de usuários banidos pelo VAC.

Vale mencionar que as contas com VAC Ban permanecem sem acesso ao CS:GO no Steam. “As outras proibições do VAC continuam em vigor com todos os seus efeitos; a única mudança é na elegibilidade para jogar em eventos patrocinados pela Valve”, explicou a desenvolvedora no blog do CS:GO.

Jogadores profissionais de CS:GO podem voltar aos torneios

Entre os jogadores beneficiados pela nova regra está o brasileiro Vinicius “⁠v$m⁠” Moreira, banido pelo VAC em 2013. Mesmo com a punição, o pro player ainda participava de torneios não oficiais em times como Detona e MIBR. A partir de agora, v$m pode buscar uma equipe para disputar o PGL Major Stockholm 2021, que começa em outubro deste ano.

Além de v$m, outros jogadores profissionais também foram liberados do VAC Ban, como Elias “Jamppi” Olkkonen, Patryk “Patitek” Fabrowski e Saif “Sayf” Jibraeel. Porém, os três trocaram o CS:GO por Valorant. No caso de Jamppi, o pro player anunciou sua saída do cenário de Counter-Strike em janeiro deste ano, somente três meses antes da mudança nas regras da Valve.

Com informações: HLTV, Daily Esports, CS:GO Blog.



Fonte Notícia

Please follow and like us: