Índices de melhora da pandemia podem ser afetados por fase de transição em SP, segundo especialistas


Nesta sexta-feira (16), o governo de São Paulo anunciou medidas de flexibilização para o setor de serviços, como bares, restaurantes e academias, que poderá retomar as atividades presenciais ao público. A “fase de transição” também liberou atividades do setor comercial e cultos religiosos no estado.

Segundo a Folha de S. Paulo, especialistas afirmam que novas medidas do governo estadual podem afetar o ritmo de melhora nos índices da pandemia no estado.

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia. Foto: Governo do Estado de São Paulo

Com a fase de transição, que entra em vigor a partir do próximo domingo (18), estabelecimentos comerciais e missas poderão retornar com atividades presenciais, das 11h às 19h. O governo justificou flexibilização com a taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por pacientes com covid-19, que está em 85%.

“Os hospitais não estão preparados para novos casos, não é o momento de abrir tudo”, segundo infectologista

Em entrevista à Folha, o médico do centro de pesquisas clínicas e epidemiológicas do hospital universitário da USP, Mário Bittencourt, afirma não ver problema na criação de novas fases do Plano SP contra o coronavírus. Porém, segundo ele, “o problema é a implementação. A gente ainda está numa fase de transmissão muito intensa, de uma quantidade de casos muito grande, com número de pessoas internadas muito grande”.

Segundo o médico, duas flexibilizações poderiam ser evitadas, para conter o contágio do vírus: “A abertura de igrejas, está prevista. Não tem necessidade nenhuma, igreja é um local que está muito associado com surto de Covid-19. Academia também não tem sentido, não é serviço essencial ou que impacte muito na economia da cidade como comércio”.

A quantidade de pessoas internadas no estado de São Paulo caiu 10%, desde 1º de abril, de 13.074 pacientes para 11.756.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Butantan informa que crianças e gestantes vacinados contra covid-19 por engano não devem tomar a 2ª dose

Bruno Covas tem ‘novos pontos’ de câncer no fígados e nos ossos, segundo boletim médico

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:



Fonte Notícia

Please follow and like us: