Governo quer reduzir valor do seguro-desemprego

[ad_1]

Economia estuda proposta para que beneficiário receba 10% de redução a cada mês

Por: Bianca Antunes | 14 março – 16:04

Segundo revelado pelo Estadão, o governo Bolsonaro pretende fazer mudanças no seguro-desemprego. Nos estudos, um dos planos é mudar a regra de cálculo do benefício, reduzindo as parcelas recebidas pelo beneficiário em 10% a cada mês.

Atualmente, um trabalhador recebe de três a cinco parcelas com um valor fixo, assim, a redução progressiva de 10% seria aplicada sobre o benefício inicial, desde que seja respeitada a garantia de ao menos um salário mínimo.

Foto: Divulgação/Agência Brasil

O governo acredita que a medida afetará apenas uma pequena parcela dos beneficiários, já que boa parte dos trabalhadores já recebem o seguro-desemprego na faixa de um salário mínimo.

Reestruturação do seguro-desemprego

Como apurado pelo Estadão, a reestruturação do seguro-desemprego está sendo elaborada por conta da piora no mercado de trabalho e incerteza na retomada da economia. A economia dos recursos é vista como única alternativa para bancar o programa.

Em 2020, 6,2 milhões de brasileiras acessaram o seguro-desemprego. O valor médio do benefício ficou em R$ 1.371,78 em fevereiro deste ano.

*Com informações do Estadão

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

[ad_2]

Fonte Notícia