Governo divulga novo reajuste no preço dos medicamentos

[ad_1]

Em publicação do Diário Oficial da União nesta segunda-feira (15), o governo autorizou um reajuste de até 4,88% no preço dos remédios no mercado nacional. A medida foi autorizada pela CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos), e já é aplicável pelas empresas farmacêuticas em todo país. O órgão é vinculado à Anvisa, que é a Agência de Vigilância Sanitária brasileira.

A alteração nos preços foi adiantada pelo comitê da CMED em 15 dias, já que a própria Câmara havia estabelecido o dia 31 de março como a data de modificação anual. Não se sabe ainda o motivo da mudança de datas.

A diretora Alessandra Bastos, e o diretor-presidente Antonio Barra, da Anvisa. A CMED, que autorizou o reajuste nos preços, é ligada à Agência de Vigilância Sanitária. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Mais de 19 mil remédios entram nesse reajuste, e essa mudança ocorre regularmente para decidir qual é o valor máximo que os medicamentos podem chegar nas farmácias do país.

Em junho do ano passado, a CMED já havia autorizado um aumento de 5,21% no preço dos medicamentos. Na época, o reajuste foi adiado por 60, e o atual presidente Jair Bolsonaro pediu este adiamento por conta do agravamento da pandemia.

[ad_2]

Fonte Notícia