Governadores querem suspender as cirurgias eletivas em hospitais privados

[ad_1]

Governadores pretendem enviar na sexta-feira (19), uma carta para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pedindo o esforço para importação emergencial de anestésicos.

Além disso, a carta irá sugerir que o governo federal proíba a realização de cirurgias eletivas por hospitais privados até que a pandemia de Covid-19 seja controlada.

Foto: Agência Brasil/Divulgação

Segundo um conjunto de governadores, as cirurgias eletivas diminuem os leitos disponíveis e ainda geram maior gasto de produtos como anestésicos e oxigênio.

No documento, os governadores irão pedir a atuação direta do governo no transporte de materiais, por meio de aviões da FAB, devida a dificuldade de a indústria nacional fornecer anestésicos usados na intubação de pacientes vítimas da Covid-19, ressaltando que a importação convencional demora cerca de 45 dias.

[ad_2]

Fonte Notícia