Festival ‘Craques do Amanhã’ começa dia 16 com proposta de revelar talentos e formar cidadãos de bem
Por Redação Publicado 14 de junho de 2018 às 18:09hs

Com o lema “Revelando talentos e formando cidadãos de bem”, o “Craques do amanhã” tem apoio pessoal do vereador Chiquinho Telles (PSD) e do prefeito Marquinhos Trad (PSD). Criado em janeiro de 2013, o projeto social atende atualmente cerca de 800 crianças, na faixa etária de 6 a 16 anos, marcando presença nas regiões urbanas do Bandeira, Anhanduizinho, Imbirussu, Segredo e do Lagoa.

Na noite desta quarta-feira, foi realizada reunião com a presença de coordenadores, professores, pais e alunos do polo Moreninhas, quando foi lançado oficialmente o Festival “Craques do Amanhã” 2018, que dará o pontapé inicial no próximo dia 16 de junho, a partir das 13 horas, no Estádio Jacques da Luz, com disputas entre os polos das Moreninhas; Cidade Morena; São Caetano; Vida Nova; Jardim Carioca e Nova Campo Grande; Indubrasil e Jardim Canguru.

As competições vão ser divididas por categorias. No dia 16 de junho, entrará em campo o Sub 16 (alunos nascidos nos anos 2002/2003 e 2004); 24 de junho o Sub-13 (2005/2006); 1º julho o Sub-11 (2007/2008) e no dia 8 de julho o Sub-09 (2009/2010/2018 e 2012). A grande final está agendada para 22 de julho.

Sob a coordenação geral de Betinho Telles e Bianca Amâncio, o projeto conta ainda com a participação de parceiros e voluntários, visando não só a formação de atletas, como também de cidadãos de bem. Fazem parte dos critérios, o acompanhamento escolar e familiar. Entre as regras do projeto, destaca-se a iniciativa de se fazer oração no início e no final dos treinamentos.

Segundo Betinho Teles, o festival é realizado sempre no meio do ano. “É uma disputa com arbitragem. Os garotos são observados por pessoas ligadas ao futebol de MS e por representantes de outros projetos que competem em nível nacional. Uma seleção formada com alunos do Craques do Amanhã, no segundo semestre, vai disputar competições não só em Campo Grande, mas também em âmbito estadual”, informou.

Reconhecimento dos pais

Gisleide da Costa Conceição, mãe do aluno Felipe, de 14 anos, que há dois anos frequenta o projeto, manifestou seu contentamento diante dos resultados positivos, principalmente com relação ao comportamento do seu filho. “Ele não fica mais na rua, ocupando o tempo com os treinamentos. O projeto motivou meu filho, inclusive em ser um bom aluno, com diminuição de faltas nas aulas”.

Elisangelo de Souza Santana acompanha o afilhado Wendril Barreto, de 12 anos,  no projeto há quatro meses. “Ele ficou mais responsável. O Craques do Amanhã está nos ajudando a educá-lo para ser um homem de bem, por isso incentivamos sua participação”.

João Paulo de Lima, pai de João Guilherme, de 13 anos, que há seis meses está no projeto, disse que “o Craques do Amanhã afasta o meu filho da marginalidade, ocupando o tempo dele depois da escola”.

Chiquinho Telles agradeceu aos parceiros, professores, coordenadores, e demais voluntários que fazem parte do projeto,  “todas pessoas preparadas para dar o melhor atendimento aos alunos. Incentivo esse projeto para que as crianças não fiquem sem ocupação quando estiverem fora da escola. Se o aluno vai ser um craque dependerá de sua vocação, mas nosso empenho maior é fazer com que ele seja um campeão na vida, um cidadão de bem”.