EUA tem primeira indígena na chefia de secretaria no governo

[ad_1]

Deb terá papel central nos planos gerais do presidente Joe Biden de combate às mudanças climáticas

Por: Larissa Placca | 15 março – 23:51

O Senado dos Estados Unidos anunciou a deputada Deb Haaland (Democratas) como a primeira indígena a chefiar uma pasta no gabinete.

A deputada foi indicada pelo presidente Joe Biden, em dezembro do ano passado, na intenção de remediar as conturbadas relações do departamento com os povos nativos. Deb terá papel central nos planos gerais do presidente Joe Biden de combate às mudanças climáticas.

Foto: AFP/Divulgação

O Senado dos EUA confirmou em uma votação por 51 a 40. Apesar da resistência por parte dos republicanos, devido o posicionamento de Deb sobre a indústria do petróleo, a indígena conseguiu a maioria.

Em sabatina do Senado, republicanos a pressionaram por seu envolvimento em protestos contra oleodutos, apoio à resolução climática chamada de “Green New Deal”.

Green New Deal:

O Green New Deal (em português, novo acordo verde ou novo trato verde) é uma série de propostas económicas para ajudar a combater as alterações climáticas e a desigualdade económica.

A vitória de Haaland é o resultado de semanas de campanha por nativos-americanos e grupos ambientais que apoiam sua indicação histórica.

Haaland irá supervisionar políticas orientando o uso de milhões de hectares de terras federais e indígenas. Originária do povo Laguna, Haaland irá comandar a relação do governo norte-americano com 574 povos indígenas reconhecidos.

Quem é Deb Haaland:

Eleita em 2018, Haaland é uma representante nacional do Novo México e membro da comunidade Laguna Pueblo. É reconhecida especialmente, pelos seus esforços no Congresso por melhorias dos serviços das comunidades nativas e dos esforços para proteger a natureza e combater as mudanças climáticas.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Fux quer trabalho 100% remoto do STF pela pandemia

Freixo entra com pedido de investigação contra assessores de Bolsonaro na PGR

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

[ad_2]

Fonte Notícia