EUA ainda estão longe das metas do Fed e suporte é necessário por “algum tempo”, mostra ata do Fomc Por Reuters


2/2
© Reuters. Sede do Federal Reserve, em Washington

2/2

WASHINGTON (Reuters) – Apesar do ganho de tração da economia norte-americana, autoridades do Federal Reserve permaneceram cautelosas sobre a continuidade dos riscos da pandemia e se comprometeram com o suporte da política monetária até que a recuperação esteja mais assegurada, mostrou a ata da reunião de março do banco central dos Estados Unidos.

Com suas próprias estimativas projetando o mais forte crescimento econômico em quase 40 anos, “os participantes concordaram que a economia permanece longe dos objetivos de longo prazo (do Fed) e que a trajetória à frente continua altamente incerta”, mostrou o documento.

“Os participantes destacaram que provavelmente levará algum tempo” até que as condições melhorem o suficiente para que o Fed avalie uma redução do apoio.

O que isso pode significar na prática, entretanto, continua obscuro, e divisões entre as autoridades do Fed sobre por quanto tempo manter o forte suporte do banco central ficaram à vista nesta quarta-feira.

O presidente do Fed de Chicago, Charles Evans –que concorda com a maioria de seus colegas que os juros provavelmente precisarão permanecer perto de zero até 2023–, disse ver um período confortável de inflação mais alta neste ano, mas que o Fed não deveria se movimentar até que tenha certeza de que os preços não voltarão a cair abaixo da meta de inflação de 2%.

“Nós realmente precisamos ser pacientes e dispostos a ser mais ousados do que a maioria dos banqueiros centrais mais conservadores escolheriam ser”, disse ele a repórteres.

Separadamente, o presidente do Fed de Dallas, Robert Kaplan, reiterou suas antigas preocupações de que juros baixos e as compras de títulos pelo Fed podem alimentar excessos e desequilíbrios nos mercados.

Quando a pandemia diminuir, disse ele, o Fed deveria reduzir suas compras de títulos e avançar em direção a uma alta de juros em 2022. Kaplan sinalizou poder até estar aberto a fazer ambos os movimentos de uma vez.

Na reunião de março, o Fed não fez mudanças em sua taxa de juros, que está próxima de zero, nem no ritmo de 120 bilhões de dólares em compras mensais de títulos e tampouco mexeu em sua promessa de manter tudo como está até que a economia esteja recuperada da perda de empregos e de outros danos financeiros provocados pela pandemia e a recessão associada.

(Por Howard Schneider, Ann Saphir e Jonnelle Marte)

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.





Fonte Notícia

Please follow and like us: