Educadores voltam a ter prioridade para vacinação no Rio de Janeito

[ad_1]

O desembargador Henrique Carlos de Andrade Fiqueira, presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), atendeu ao pedido do Governo do Estado e incluiu novamente profissionais da educação e todos os trabalhadores das forças de segurança na lista de prioridade da vacinação contra a Covid-19.

Os dois grupos haviam sido desconsiderados como prioritários na terça-feira (6) por meio de uma liminar que colocava outros grupos à frente desses. O juiz responsável pela decisão disse que iria esperar até que um cronograma concreto fosse divulgado.

Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O presidente do TJ-RJ considerou o Boletim divulgado pela Fiocruz neste sábado (10), que mostrou uma mudança no perfil da pandemia, com mais pessoas jovens sendo contaminadas e internadas com o coronavírus.

Somando todas as doses aplicadas, o Brasil chegou a 30.055.859.

[ad_2]

Fonte Notícia