Dono de haras em BH confessa ter comprado vacinas de falsa enfermeira acreditando que era “da Pfizer regularmente importada”


A Polícia Federal, nesta terça-feira (6), por videochamada, escutou o depoimento de Marcelo Martins de Araújo, dono de um haras na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Ele foi indicado como a pessoa que recomendou os serviços de vacinação da falsa enfermeira, Cláudia Mônica Pinheiro, para empresários da capital. Leia a matéria completa aqui.

Deputado denuncia empresários acusados de furar fila da vacina em BH

Foto: Agência Brasil/Divulgaçãoi

Marcelo disse que estava com problemas de saúde, por isso não compareceu para o depoimento na sede da Polícia Federal. Marcelo mora em um prédio de luxo no bairro Gutierrez.

O prédio que aparece nas gravações divulgadas pela Rádio Itatiaia e TV Globo também teve acesso, nas quais Cláudia aparecia transitando.

No dia 17 de março, a falsa enfermeira aparece no vídeo vestindo jaleco, levando duas sacolas que, de acordo com os investigadores, guardavam o suposto imunizante contra a Covid.

De acordo com a PF, Cláudia Pinheiro teria vacinado moradores de pelo menos três apartamentos e cobrou R$ 600 pelas duas doses.

Há registros de Cláudia no prédio também nos dias 5 e 22 de março.

Segundo a defesa de Marcelo, ele admite ter comprado de Cláudia o que “acreditava ser vacinas contra a Covid da Pfizer regularmente importadas”.

Marcelo confirmou ter conversado com Rômulo Lessa, dono da empresa de transporte Saritur. Rômulo confessou ter promovido vacinação clandestina em uma de suas garagens de ônibus.

O que diz a defesa da falsa enfermeira

Em nota, a defesa de Cláudia Torres, informou que não vai se pronunciar enquanto não tiver acesso aos depoimentos de testemunhas e demais documentos a serem juntados da Polícia Federal.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Bolsonaro dá posse a seis novos ministros, em cerimônia fechada

Eduardo Bolsonaro volta a criticar medidas restritivas e defende a abertura de igrejas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:



Fonte Notícia

Please follow and like us: