Crise da Covid na F1 “muito mais complicada” em 2021

[ad_1]

Stefano Domenicali

A crise da Covid na Fórmula 1 está “muito mais complicada” em 2021 do que no ano passado, de acordo com Stefano Domenicali, CEO da categoria.

Ele disse à Auto Motor und Sport que o importante em 2020 foi sobreviver à crise repentina, mas agora a F1 precisa navegar em um mundo com novas regras altamente complexas.

“A situação neste ano está muito mais complicada do que em 2020”, declarou o italiano. “No ano passado, todos tiveram de encontrar um caminho em meio à pandemia e aprender. Agora, todos os países têm suas próprias regras e condições. Por isso, precisamos decidir diariamente e permanecer abertos caso algo mude no último momento”.

Há preocupações sobre a viabilidade de várias corridas no calendário de 23 etapas de 2021, com Domenicali revelando que está em “contato diário” com os promotores.

“Você não pode imaginar o nível de interesse e quantos ingressos os promotores poderiam vender se pudessem”, afirmou ele. “Mas é claro que eles dependem dos regulamentos dos respectivos governos”.

“As primeiras corridas estão todas confirmadas, a questão agora é se e quantos espectadores elas poderão receber. No momento, nós só vamos correr definitivamente diante de arquibancadas vazias em dois eventos – Imola e Baku. Para todos os outros, ainda não sabemos quantas pessoas serão permitidas e quais controles serão necessários”.

A Liberty Media só está pagando cerca de 70% da renda da F1 pré-Covid às equipes neste ano, com Domenicali admitindo que alguns dos promotores podem precisar de ajuda financeira.

“Neste ano, um certo nível de flexibilidade também será necessário”, disse ele. “Em casos individuais, alguns organizadores talvez nos peçam ajuda. Nós teremos de encontrar soluções para tais emergências”.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;
n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,
document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘1394990003897405’); // Insert your pixel ID here.
fbq(‘track’, ‘PageView’);


[ad_2]

Fonte Notícia