Campanha de vacinação contra gripe em SP pretende atingir 90% da população do estado

[ad_1]

Imunização começará nesta segunda-feira (12), e ao todo serão três etapas de grupos prioritários

Por: Leonardo Fernandes | 11 abril – 07:27

Começa nesta segunda-feira (12) a vacinação contra gripe em São Paulo, promovida pelo governo estadual e que fará cobertura de toda a região. O objetivo de 2021 é alcançar a cobertura de 90% do público de SP, que totaliza 18,5 milhões de habitantes. Serão mais de 4 mil postos de vacinação fixos e volantes do SUS, e a campanha acontecerá simultaneamente à vacinação contra covid-19.

O cronograma é composto por três etapas, que acontecerão do dia 12 de abril ao dia 9 de julho. Segundo o governo do estado, é importante que quem for vacinado contra o coronavírus nesta época, priorize as vacinas contra covid; e espere o intervalo mínimo de 14 dias para então receber a vacina da gripe.

Confira abaixo as fases da vacinação da campanha em São Paulo.

Veja também: Vacinação contra a gripe será em estabelecimentos de ensino na cidade de São Paulo

Dose de vacina contra gripe. No estado de São Paulo, serão feitas três fases de vacinação até o dia 9 de julho. Foto: Agência Brasil

Cronograma de vacinação contra gripe no estado de São Paulo

– Período da vacinação prioritária: 12 de abril a 9 de julho

1º etapa: 12 de abril a 10 de maio – 5,5 milhões de pessoas

  • Trabalhadores da Saúde;
  • Indígenas;
  • Gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias depois do parto);
  • Crianças de 6 meses até cinco anos completos.

2º etapa: 11 de maio a 8 de junho – 7,8 milhões de pessoas

  • Idosos (60 anos ou mais);
  • Professores das redes pública e privada.

3º etapa: 9 de junho a 9 de julho – 5,1 milhões de pessoas

  • Pessoas com comorbidades e com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla);
  • Caminhoneiros, trabalhadores portuários e do transporte coletivo;
  • Profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento;
  • Funcionários do sistema prisional;
  • População privada de liberdades;
  • Jovens e adolescentes sob cuidados socioeducativos.

O Instituto Butantan disponibilizou 80 milhões de doses para a campanha contra gripe, com produção própria. Em relação à covid-19, as vacinas da gripe serão aplicadas em salas separadas às das aplicações contra o coronavírus, e os profissionais foram orientados a fazer triagem dos pacientes que apresentarem sintomas da doença.

Leia mais notícias:

Ao menos uma dose de vacina foi aplicada em mais de 23 milhões de brasileiros

Covid-19: mais de 57 mil pessoas não tomaram a 2ª dose da vacina em São Paulo

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

[ad_2]

Fonte Notícia