Brasil terá duas safras de laranja seguidas com baixa produção



A laranja é uma cultura bianual, variando entre safras maiores e menores. A temporada 2021/22 deveria ser cheia, porém, a estiagem severa que atingiu o cinturão citrícola em 2020 e 2021 deve impactar a produção. A previsão mais recente do Fundecitrus é de 294,17 milhões de caixas de 40,8 kg).

Apesar de representar um crescimento de 9,5% em relação às 268,63 milhões de caixas produzidas no ciclo 2020/21, o número ficaria 10,5% (cerca de 35 milhões de caixas) abaixo da média histórica para os anos de bienalidade positiva.

“Isso interrompe alternância entre safras grandes e pequenas, e se deve à seca do ano passado e à não recuperação das plantas. Isso é preocupante no médio prazo, e é um fenômeno bastante incomum na citricultura”, afirma o diretor executivo da CitrusBR, Ibiapaba Neto.

Segundo o dirigente, as áreas irrigadas já não têm mais água no solo para fazer a irrigação. As não irrigadas, principalmente no norte e leste de São Paulo, chegaram a perder plantas por causa da seca. Com isso, o parque citrícola deve diminuir neste ano.

Dessa forma, Ibiapaba acredita que na entressafra de 2022 o Brasil terá uma situação de estoques de suco de laranja muito apertados. “Aparentemente, serão suficientes, mas estarão bem ajustados”, pontua.

 



Fonte Notícia

Please follow and like us: