Avaliação do governo Bolsonaro piora, mas condução na pandemia reverte tendência, indica pesquisa XP Por Reuters

[ad_1]

© Reuters. Presidente Jair Bolsonaro

BRASÍLIA (Reuters) – A avaliação do governo Jair Bolsonaro manteve a trajetória de piora no final de março, mas, no momento mais grave da pandemia de Covid-19 no país, a condução do combate ao coronavírus pelo chefe do Executivo reverteu a tendência anterior e mostrou alguma melhora na percepção dos brasileiros, ainda que em patamares baixíssimos, mostrou pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta segunda-feira.

A sondagem apontou que 48% avaliam o governo como ruim ou péssimo, ante 45% no levantamento anterior, em meados do mês passado.

Mas, apesar dos contínuos recordes de casos e mortes por Covid-19 no Brasil nas últimas semanas, a avaliação ótima ou boa foi de 18% a 21%, enquanto a ruim ou péssima de Bolsonaro na pandemia passou de 61% a 58%.

Em todos os casos, as variações ficaram dentro da margem de erro, de 3,2% para mais ou para menos.

Os que consideram o governo ótimo ou bom oscilaram para 27%, ante 30% na pesquisa anterior.

A diferença de 20,3 pontos percentuais entre os que têm avaliação negativa e os que têm avaliação positiva é a maior desde maio do ano passado, segundo o instituto.

A desaprovação à maneira de o presidente governar passou de 56% para 60%, enquanto a aprovação foi de 38% para 33%.

O país atravessa um duro momento, registrando em alguns dias mais de 3 mil óbitos por Covid-19 em 24 horas, colapso nos sistemas de saúde e críticas de demora na imunização. Recentemente, o governo trocou pela terceira vez o titular da Saúde durante a crise sanitária.

Em meio a essa situação, no entanto, houve uma clara mudança de postura do governo federal em relação ao esforço para aquisição de vacinas e à importância da imunização da população contra a doença.

A pesquisa XP/Ipespe entrevistou 1.000 pessoas de abrangência nacional nos dias 29, 30 e 31 de março.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.

!function(f,b,e,v,n,t,s)
{if(f.fbq)return;n=f.fbq=function()
{n.callMethod? n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};
if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;
n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window, document,’script’,
‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘751110881643258’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);


[ad_2]

Fonte Notícia