Apple deve adotar método do Android para atualizações de segurança no iOS | Celular

[ad_1]


A Apple pode alterar a forma como o iOS é atualizado no futuro. Segundo o 9to5Mac nesta segunda-feira (15), a companhia está trabalhando em um meio para liberar correções de segurança ao iPhone e iPad sem precisar atualizar o sistema todo.

iOS 14 no iPhone (Imagem: Ana Marques/Tecnoblog)

iOS 14 no iPhone (Imagem: Ana Marques/Tecnoblog)

As pistas sobre a novidade foram descobertas no iOS 14.5 beta, que traz alterações nas opções para configurar atualizações automáticas. Ao que tudo indica, a Apple deve permitir a instalação de pacotes de segurança sem depender de uma nova versão do iOS, o que levaria mais flexibilidade aos updates do sistema.

A mudança, caso aconteça, tornaria o iOS mais próximo do Android neste sentido. Isto porque, para obter um novo pacote de segurança atualmente, é preciso instalar a versão mais recente do sistema da Apple no iPhone. No Android, por sua vez, é possível ter as últimas correções sem precisar atualizar o sistema operacional todo.

Configuração de atualização automática do iOS 14.5 beta (Imagem: Reprodução/9to5Mac)

Configuração de atualização automática do iOS 14.5 beta (Imagem: Reprodução/9to5Mac)

Esta novidade também poderia beneficiar os usuários que não desejam instalar uma nova versão do iOS, a depender de como a Apple irá implementar as alterações. Além disso, a fabricante não precisaria mais atualizar o sistema inteiro para corrigir somente as brechas, repetindo o que já é feito com os updates de segurança do macOS.

Outros detalhes foram encontrados pelo site no código-fonte da versão de testes do iOS 14.5. Neste caso, é possível que o usuário tenha que remover o pacote de segurança antes de instalar a versão mais recente do sistema operacional. Os detalhes sobre as alterações no funcionamento das atualizações, porém, ainda são um mistério.

Por ora, não se sabe quando e se a Apple irá alterar o sistema de atualizações do iOS.

Com informações: 9to5Mac e Android Authority

[ad_2]

Fonte Notícia