Anvisa se reúne com Rússia e Índia para tentar negociar a liberação de vacinas

[ad_1]

O presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antônio Barra Torres, se reuniu, nesta sexta-feira (9), com embaixadores da Rússia e Índia para negociar a liberação das vacinas Sputnik V e Covaxin.

As duas vacinas não conseguiram aprovação dos documentos pela Anvisa para serem usadas no Brasil. O embaixador da Índia disse que as ‘discrepâncias’, ou seja, divergências, serão superadas. 

Foto: Reprodução/Pixabay

Já a conversa com o embaixador da Rússia foi sobre a liberação em massa da vacina. No Brasil, a Sputnik V aguarda dois pedidos de aprovação da Anvisa. Na próxima semana, a agência deve enviar uma coletiva para visitar a fábrica da vacina e tentar solucionar a aprovação.

A Anvisa já visitou a fábrica da Covaxin. Porém, exigiram mudanças para conseguirem aprovar a vacina no Brasil. Leia a matéria completa. Até então, o governo já garantiu 20 milhões de doses através de contrato.

[ad_2]

Fonte Notícia