TJD marca para o dia 12 próximo julgamento do Naviraiense
Por André Farinha Publicado 5 de abril de 2017 às 16:39hs
Dependendo do resultado do TJD, vibração da torcida do Naviraiense pode ir por água abaixo

Apesar de ser fora de campo, mas o futebol do Estado volta a ganhar destaque pelo fato de, o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), ter anunciado para quarta-feira (12), o julgamento impetrado pela diretoria do Ivinhema que tenta, no “tapetão” ganhar os pontos perdidos no jogo contra o Naviraiense.

A diretoria do Ivinhema reclama que o jogador Júlio César Ferrari teria atuado de forma irregular na última partida da fase classificatória, jogo esse que indicaria o time rebaixado para a Série B, em 2018, vencido pelo placar de 3 x 1, pela equipe do Naviraiense.

De um lado, o Ivinhema. Do outro, o Naviraiense, jogo esse que por si só, já desperta uma intensa rivalidade e que a partir de agora, deverá ser bem maior.

O julgamento está marcado para a próxima quarta-feira (12), às 19h, na sede da FFMS e o relator do processo será Bruno Duarte Vigilato.

A diretoria do Ivinhema alega que o referido jogador teria atuado de forma irregular, pelo fato de o nome do mesmo não ter sido divulgado no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e apenas na Federação de Futebol, fato esse que gerou toda a polêmica.

Os dirigentes do Ivinhema alegam que o referido jogador teria atuado dias antes pela equipe do Angra dos Reis, no futebol do Rio de Janeiro e por isso, ele ainda pertencia àquela equipe.

Alegam ainda que, o jogador participou normalmente da partida tendo o nome publicado apenas no Boletim Informativo Diário (BID), da FFMS, menos na CBF.

Caso seja confirmada a irregularidade, o Ivinhema ganha os pontos do jogo e com isso a equipe se mantém na divisão especial do futebol estadual, enquanto que o Naviraiense cai para a Série B, em 2018.