Sem Ost, Valter busca um “pensador” para articular as jogadas do Comercial
Por André Farinha Publicado 5 de abril de 2017 às 15:21hs
Durante os treinamentos, Valter Ferreira tem orientado a postura do time (foto: arquivo)

Mesmo tendo classificado a derrota por 1 x 0 para o Sete de Dourados, como “dos males o menor”, Valter Ferreira, técnico do Comercial tem tido problemas para definir o time visando o jogo de volta neste domingo (9), contra o mesmo adversário, desta feita no Morenão, quando uma vitória simples, dá a vaga ao time da Capital, para continuar na competição.

O maior problema vivido pelo técnico colorado pode ser pela ausência do jogador Rodrigo Ost, capitão do time e principal articulador, que deverá cumprir a suspensão automática pelo fato de ter sido expulso naquele jogo. Sem ele, Valter ainda não delegou poderes a qual jogador  que deverá ser o cabeça “pensante” da equipe nesta decisiva partida.

A indefinição não é por falta de opções, pois o time, mesmo sendo derrotado, esteve muito bem na primeira partida, onde Jorge Henrique Luís Henrique, mostraram bom rendimentgo e um deles pode ser indicado como o “pensador” do time, pelo menos para este jogo.

VOLTAS

Para aumentar as opções do treinador colorado, os jogadores Luan e Paulista, que cumpriram suspensão automática no primeiro jogo, estão aptos para serem escalados, no entanto, no caso mais especifico do segundo, pelo fato dele ser um jogador com características defensivas, ele poderá ser preterido, mas pode ser relacionado e dependendo do andar do jogo, entrar em seu decorrer.

Sem dar nenhuma pista, Valter Ferreira guarda esse segredo, pois devido a experiência, ele já pode ter o time mentalmente definido e à medida em que os treinamentos vão sendo realizados, ele vai avaliando a escalação.