Prestação de contas da Saúde é apresentada na Assembleia Legislativa
Por Redação Publicado 27 de fevereiro de 2018 às 11:29hs
Secretário de Saúde, Carlos Coimbra, presidente da Comissão Permanente, deputado Dr. Paulo Siufi (PMDB) e secretária adjunta, Christinne Gonçalves apresentaram números em audiência pública

A Secretaria de Saúde do Estado de Mato Grosso do Sul apresentou o relatório detalhado dos 2º e 3º quadrimestres de 2017 à Comissão Permanente de Saúde da Casa de Leis, presidida pelo deputado Dr. Paulo Siufi (PMDB), em audiência pública realizada no plenarinho Nelito Câmara nesta segunda-feira (26/2).

A apresentação, dividida entre a secretária adjunta, Christinne Gonçalves, e o secretário de saúde, Carlos Coimbra, cumpre determinação da Lei Complementar 141/2012, que regula os dispositivos constitucionais relativos aos serviços públicos de saúde.

Para Christinne, que iniciou a apresentação, o espírito da audiência pública é divulgar com transparência as realizações e diretrizes estabelecidas pelo Governo. “Buscamos ressaltar as ações de nossa equipe técnica no apoio aos municípios durante o ano, que foi o primeiro da nova gestão política. Assim, apesar de um período de integração entre as equipes estaduais e municipais, além de uma crise fiscal e econômica, temos que o fortalecimento da regionalização na atenção básica e vigilância se mostram os principais vetores desta administração, bem como a continuação de obras e reformas em unidades de saúde de todo o estado”, explicou.

Já o secretário Carlos Coimbra, que está há dois meses como titular da pasta, resumiu os principais avanços conquistados na área. “Destacamos a Caravana da Saúde nas escolas em parceria com os hospitais, e as ações que estão sendo concluídas, como a entrega do Hospital do Trauma e da radioterapia do Hospital do Câncer, a serem inauguradas no dia 24 de março, além da obtenção de novos aportes de recursos federais para os hospitais universitários, são vários números positivos para apresentar à população e isso que viemos apresentar na audiência pública de hoje”, declarou.

O presidente da Comissão se mostrou preocupado com as ações estratégicas desenvolvidas pela Secretaria para o atendimento de atenção primária. “É importante fortalecer o município para que não encaminhe os pacientes aos pólos regionais, como Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Corumbá”, lembrou Siufi.

O deputado também se mostrou satisfeito com a redução dos índices de mortalidade infantil e de mães puérperas mostrada no relatório. “O trabalho tem sido diferenciado, e Mato Grosso do Sul tem realizado campanhas efetivas que viabilizam uma evolução no quadro”, afirmou.